‹ Voltar aos artigos

Apresentando a Categoria

Marketing

7 de Abril, 2020

GoDaddy buys Neustar

GoDaddy decided to acquire Neustar’s (domain name registry) and now it owns an entire chunk of the domain name market from top to bottom. Neustar provided wholesale services for domain names while GoDaddy was a retailer / a reseller of those domains to the final customer.

Continuar a ler ›

20 de Julho, 2018

Índia: Oportunidades na Tanzânia

A Tanzânia é bastante rica em termos de reservas de gás natural, algo cada vez mais evidente com as descobertas dos últimos anos. Hoje estima-se que as reservas sejam na ordem dos 1,614 mil milhões de metros cúbicos que são detidos e geridos pela empresa governamental Tanzania Petroleum Development Corporation (TPDC). Desde 2011, como referido anteriormente, a Índia tem suportado o governo da Tanzânia nas operações de prospeção de gás natural o que ajudou o país a emergir como um gigante do gás natural no panorama internacional.

Continuar a ler ›

17 de Julho, 2018

Índia: Relações com a Tanzânia

As relações Índia-Tanzânia como “próximas, amigáveis e cooperativas”, de 60 a 80 as relações entre os dois países eram dirigidas pelas ideologias comuns nas áreas do anticolonialismo, antirracismo, políticas sociais e um “desejo genuíno de uma cooperação Sul-Sul”. Mais recentemente, estas relações, expandiram-se para o tecido económico onde a Índia procurou oferecer à Tanzânia mais capacidade de se desenvolver através de acordos de comércio parcerias, formação especializada e linhas de crédito.

Continuar a ler ›

13 de Julho, 2018

Índia: Políticas de Sustentabilidade Energética

A sustentabilidade energética é um dos grandes desafios mundiais e, como tal, é cada vez mais importante garantir que as políticas energéticas que se traduzam em medidas de gestão eficaz dos recursos energéticos capazes de ir ao encontro das necessidades dos diversos setores de atividade.

Continuar a ler ›

10 de Julho, 2018

Índia: Economia e Energia

O FMI prevê que em 2018 a Índia seja o líder mundial do crescimento e que seguirá tendências semelhantes ao resto do mundo com “notáveis acelerações do investimento, comércio e na produção industrial”. Ainda assim, cerca de 25% da população vive abaixo da linha da pobreza e o desemprego da população ativa fixou-se em cerca de 8.5% no ano de 2017.

Continuar a ler ›
1 2 3 4